• sumisura
  • a-de-arte
  • valorizando-as-prateleiras
  • o-projeto-su-misura-de-gislene-lopes
  • 4-dicas-express-para-o-decor-de-inverno
22 may

Clássicos do Design Brasileiro: Sérgio Stark

Garimpo

Ele nunca pensou que seria marceneiro, e dos bons, mas já nasceu com nome de madeira; madeira de lei, nobre e rara. Sérgio Stark Aroeira, ou apenas Sérgio Stark, descobriu a profissão por acaso e apaixonou-se.

Na família de três irmãos ninguém estava ligado ao ofício, mas quis o destino que o mineiro Sérgio tropeçasse com alguns acasos que o levou ao Rio de Janeiro, abraçasse o chão de fábrica e conhecesse outro Sérgio, esse carioca, o Sérgio Rodrigues; com quem aprendeu a importância do Design.

"Antes de conhecer Sérgio Rodrigues, com quem tive a honra de participar de algumas obras do Sistema SR2 de casas na região serrana do Rio, achava que a marcenaria era para ser apenas funcional, utilitária. Com ele aprendi a valorizar a função unida à forma, a olhar a estética junto com ergonomia".

Em mais uma guinada da vida, Sérgio Stark retornou à cidade natal e depois de passar por uma empresa como gerente decidiu alçar voo solo. Em 1994 montou sua própria marcenaria.

STARK STUDIO: VOO SOLO

Seu olhar apurado, sua predileção por madeiras nobres e seu traço brasileiro com forte sotaque modernista chamou atenção das melhores lojas do Brasil e de Belo Horizonte para quem passou a produzir mobiliário até 2007, sem assinar.

Nessa época, quando chegou a ter quase 100 funcionários, contratou a arquiteta Juliana Cavalcante com quem veio a dividir o trabalho e a vida. Estão casados há 20 anos, têm duas filhas, e juntos comandam o Stark Studio, um lugar aprazível no Bairro Buritis, onde, entre outras múltiplas e interessantes funções desse espaço (essa é outra história...), expõe e vende seus móveis elegantes. Bancos, mesas, buffets, painéis e estantes. Agora assinados.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM
                     

 

 

INSTAGRAM
   Follow Me    ESTAMOS AQUI TAMBÉM