• prima-linea; prima-linea-decorações
  • casa-e-tinta; pintura; cor; decor; decoração; lojas-casa-e-tinta
  • urban-arts; urban-arts-ponteio; galeira-de-arte; quadros; quadros-decorativos
  • apartamento-clássico; decoração-clássica; cores-neutras; muxarabi; área-privativa; decoração-afetiva; decoração-atemporal
31 jul

A Moda Das Piscinas

a-moda-das-piscinas; pedra-hijau; pedra-hitam; piscina-de-borda-infinita; piscina-de-vidro; piscinas-maravilhosas
Nesta casa do arquiteto Ramón Esteve em Jávea, Espanha, a piscina coberta fica no porão. Rasgos feitos nas paredes de concreto permitem a passagem de luz natural e vistas espetaculares das piscinas.

DÊ PLAY: Como tudo na vida, piscina também é moda e eu te falo agora tudo sobre elas e te conto qual o tipo de piscina está em cena.

Lá no começo, quando a piscina passou a ser item obrigatório nas casas bacanas, ela era quadrada, retangular ou redonda, era azulejada, geralmente azul ou branca e clarinha. Depois vieram as piscinas escuras, aquelas com pastilhas jatobá, lembra? Aos poucos, os novos projetos trouxeram piscinas de formas orgânicas e com iluminação mudando de cor. Há pouco tempo a brisa fashion soprou e entraram em cena as bordas infinitas, e as piscinas de pedra hijau, que é aquela pedra vulcânica acinzentada que quando molha fica verde.

Mas agora a moda mesmo é a piscina de vidro. Essa piscina que é ainda novidade desperta muita curiosidade principalmente se for suspensa. Eu já vi em hotéis e em alguns projetos luxuosos como o da arquiteta Fernanda Marques.

VEJA TAMBÉM: O APARTAMENTO GALERIA DE FERNANDA MARQUES

PISCINA DE VIDRO

A piscina de vidro é feita com chapas de vidro laminado, um tipo de material que alterna camadas de vidro temperado e EVA, que é flexível. Dessa forma, caso aconteça um acidente, o vidro não se partirá em pedaços cortantes. Mais ou menos como os vidros de um carro.

Mas atenção, esse vidro usado em piscinas é diferente do vidro usado em portas e guarda-corpo. Ele tem uma espessura maior que pode chegar a 80 cm para suportar o peso e a pressão da água.

Essa piscina pode ser totalmente de vidro ou ter apenas uma ou algumas laterais do material. Sua estrutura é igual a de uma piscina convencional com base de concreto, impermeabilização, drenagem, etc. Se ela estiver em contato com um ambiente interno, a passagem da luz indireta causa um efeito maravilhoso.

Para grandes empreendimentos, tipo cobertura de edifícios e hotéis, uma piscina de vidro suspensa, com o fundo transparente, é uma boa pedida, pois a sensação tanto para quem mergulha, quanto para quem olha para o teto e vê aquela imensidão azul, é simplesmente incrível.

Para projetar uma piscina de vidro o primeiro passo é falar com o arquiteto, contratar uma empresa especializada, analisar o local que será construída e seu uso.

A construção de uma piscina de vidro é igual a de qualquer piscina convencional: estrutura em concreto e ferragens adequadas para sustentar o vidro. Essas ferragens precisam ser dimensionadas de acordo com as medidas e a resistência dos materiais; o que só pode ser feito por pessoas capacitadas. Aliás, esses cálculos todos são comuns em uma obra, mas no caso de uma piscina de vidro merecem atenção triplicada porque qualquer irregularidade o vidro pode quebrar e seu sonho ir por água abaixo.

PISCINA DE BORDA INFINITA

Muita gente não sabe exatamente o que é uma piscina de borda infinita. Então eu vou dar uma breve explicação. Se você for no Wikipedia, uma piscina de borda infinita é uma piscina que produz um efeito visual ou uma ilusão de ótica de que a água se estende até o horizonte, ou desaparece.

Na realidade, o que acontece é que a borda desse tipo de piscina é projetada para ficar escondida; então você não vê, a água ultrapassa o limite da piscina, transborda e cai numa calha construída mais baixa, e depois retorna. A sensação que a gente tem é que a piscina se funde com a paisagem. Então se a piscina tem vista para o mar, deve ser mais azulada, se estiver no campo, mais esverdeada. Assim ela vai mimetizar com a paisagem.

Estes podcasts foram ao ar pela Rádio Alvorada 94.9 FM nos dias 10, 11, 12, 13 e 14/02/2020


a-moda-das-piscinas; pedra-hijau; pedra-hitam; piscina-de-borda-infinita; piscina-de-vidro; piscinas-maravilhosas
Neste projeto de Paola Cimarelli Landgraf, a arquiteta escolheu a pedra hijau para a piscina.
a-moda-das-piscinas; pedra-hijau; pedra-hitam; piscina-de-borda-infinita; piscina-de-vidro; piscinas-maravilhosas
Piscina do Ubud Hotel Chapung Sebali, Balí, feita de pedra hijau.
a-moda-das-piscinas; pedra-hijau; pedra-hitam; piscina-de-borda-infinita; piscina-de-vidro; piscinas-maravilhosas
Iluminação subaquática para piscina.
a-moda-das-piscinas; pedra-hijau; pedra-hitam; piscina-de-borda-infinita; piscina-de-vidro; piscinas-maravilhosas
O ousado projeto da arquiteta Fernanda Marques, em São Paulo, chama a atenção pela piscina com paredes de vidro que fica no interior da residência.
a-moda-das-piscinas; pedra-hijau; pedra-hitam; piscina-de-borda-infinita; piscina-de-vidro; piscinas-maravilhosas
Piscina de vidro, projeto da arquiteta Fernanda Marques.
a-moda-das-piscinas; pedra-hijau; pedra-hitam; piscina-de-borda-infinita; piscina-de-vidro; piscinas-maravilhosas
Este incrível projeto, situado em Lisboa, Portugal, foi criado pelo escritório Guedes Cruz Arquitetos.
a-moda-das-piscinas; pedra-hijau; pedra-hitam; piscina-de-borda-infinita; piscina-de-vidro; piscinas-maravilhosas
Projeto do arquiteto Lisandro Piloni.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM
                     

 

 

INSTAGRAM
   Follow Me    ESTAMOS AQUI TAMBÉM