• Botteh
  • kasa-mel
  • prima-linea; prima-linea-decorações
  • casa-e-tinta; pintura; cor; decor; decoração; lojas-casa-e-tinta
  • urban-arts; urban-arts-ponteio; galeira-de-arte; quadros; quadros-decorativos
23 jul

Uma casa estreita em Barcelona

Projetos | Interiores Compartilhe no Whatsapp

Dê play: "No fundo, ser feliz é simples, difícil é ser simples", diz os versos do compositor Leoni na música Nas margens de mim. Será? Uma simplicidade bem resolvida e charmosa é o que propõe essa casa de apenas quatro metros de largura onde vivem, separadamente, mãe e filha.

Reformada pelo estúdio do arquiteto Albert Brito em Calella, pequena cidade na costa Catalã, província de Barcelona, onde é comum encontrar em alguns bairros antigos edifícios colados uns aos outros e muito estreitos dentro de terrenos profundos, esse tipo de construção é um desafio para qualquer arquiteto. Para Albert Brito, porém, o desafio foi ainda maior: o projeto de orçamento apertado deveria abrigar duas moradoras (mãe e filha) com vidas independentes.

A solução foi partir para uma circulação vertical sem renunciar à unidade do prédio, assim o arquiteto não só resolveu o problema de espaço e da falta de janelas na lateral, como conseguiu criar um pequeno apartamento para cada uma com sala de estar, sala de jantar, cozinha, banheiro e quarto, além de áreas comuns, tais como sala de ioga e quarto de hóspedes.

SINGELEZA E UM GOSTO REFINADO

A mãe habita os espaços no térreo e a filha os espaços superiores. O primeiro andar foi concebido como espaço livre e aberto, dando acesso direto à rua e voltado ao fundo para um pátio interno, de onde saem as duas entradas independentes. Na reforma, foi mantida a fachada original da casa que estava quase em ruínas. Os 180 m² de construção são distribuídos em diferentes níveis, que trazem privacidade, movimento e luz. O arquiteto fez questão de usar muita vegetação, de deixar muitas das vigas e elementos estruturais e suas imperfeições aparentes, sem ocultar suas origens.

Teve ainda a sensibilidade de utilizar muita cerâmica da região, inclusive no forro, cuidando para preservar tudo que era possível, minimizando os impactos das mudanças; preocupações de um projeto sustentável. Tudo sem abrir mão da beleza e da qualidade dos espaços. Tudo sem abrir mão de ambientes agradáveis, aconchegantes e sedutores. Realmente, ser feliz é simples.

VEJA TAMBÉM: UMA CAIXA PRETA EM PARIS

Este podcast foi ao ar pela Rádio Alvorada, 94.9 FM no dia 10/06/2020

Fotos: Luis Diaz Diaz

barcelona; apartamento-pequeno; casa-pequena; casa-estreita; casa-estreita-em-barcelona; apartamento-estreito
Esse é o pássaro Eames, da Vitra. Um objeto de desejo décor, né?
barcelona; apartamento-pequeno; casa-pequena; casa-estreita; casa-estreita-em-barcelona; apartamento-estreito
Olha a samambaia aí, de volta!

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM
                     

 

 

INSTAGRAM
   Follow Me    ESTAMOS AQUI TAMBÉM